• facebook
  • youtube
  • instagram
  • flickr
  • linkedin
  • twitter

A designação de Florianópolis como a Cidade Criativa da Gastronomia da Unesco é um incentivo extraordinário para a cidade promover o desenvolvimento sustentável através das indústrias culturais e, assim, contribuir para atrair investimentos e recursos humanos qualificados.

 

Florianópolis está empenhada em implementar duas importantes ações inovadoras que levam à criação do Observatório Gastronômico e do Laboratório de Inovação Cultural. O primeiro é projetado para coletar, analisar e disponibilizar informações e conhecimento do setor de gastronomia, enquanto o segundo trabalhará em ações transversais combinando artesanato, design e gastronomia. Florianópolis também está engajada na formulação e implementação de políticas públicas para o desenvolvimento da economia criativa local. Em particular, a cidade está se concentrando no setor de gastronomia, cooperação técnica e projetos de intercâmbio, além de programas de pesquisa e treinamento.

Pratos Locais

01

Pirão

Local:

O pirão pode ser encontrado em diferentes preparações por Florianópolis, pirão d’água, de peixe, de camarão, de linguiça, e o seu ingrediente principal, presente em cada uma dessas receitas, remonta à tempos imemoriais: a farinha de mandioca.

Aos caldos temperados e efervescentes é adicionada a farinha de mandioca. A mistura tem que ser feita aos poucos, com a farinha caindo como um véu sobre o caldo, assim não se corre o risco de formar grumos. É o acompanhamento mais comum na mesa dos nativos.

Tainha

Local:

Escaladas, assadas, fritas, braseadas ou defumadas. Essas são algumas formas de se consumir a tainha em Florianópolis. Chefs, cozinheiros e cozinheiras têm explorado cada vez mais o peixe em preparações únicas. Os cardumes chegam anunciando o inverno, entre maio e julho, é um momento de muita festividade nas comunidades tradicionais de pescadores e pescadoras artesanais.

É muito comum encontrarmos a oferta de ovas de tainha para acompanhar a refeição – fritas, farofa de ovas ou a bottarga.

Ostras

Local:

Florianópolis é o maior produtor nacional de ostras, responsável por mais de 90% da produção. As fazendas marinhas localizam-se na baia norte e sul da cidade. São diversos os restaurantes que possuem sua própria fazenda. É ostra do mar ao prato.

Pode ser consumida ao natural, ao bafo, com ervas, gratinadas, em pastéis e até com cachaça, mel e limão. Cada vez mais é explorada nos estabelecimentos gastronômicos da cidade, que enaltecem o sabor deste insumo em preparações inesquecíveis.

Explore e Descubra em Florianópolis

-

Conheça mais sobre as outras Cidades Criativas

Navegue pelo mapa, conheça as cidades criativas e explore uma das cidades gastronômicas do Brasil.

Up Florianópolis Up Paraty Up Belo Horizonte Up Belém Up
Endereço: Acate Downtown Rua Felipe Schmidt, 853 Centro - Sala 02 Florianópolis | SC 48 3251 0595 contato@observagastronomia.com.br
Fique por dentro de tudo que acontece no Observatório da Gastronomia das Cidades Criativas. Inscreva-se em nosso newsletter para receber as principais informações e notícias sobre a rede produtiva da gastronomia nas Cidades Criativas Unesco.